Resenha: O Resgate - Nicholas Sparks

Título Original: The Rescue
Livro no Skoob   320 páginas
Classificação: 4,5 Editora: Arqueiro
Sinopse:Confrontado com situações de extremo perigo, Taylor McAden, bombeiro voluntário, expõe-se até ao limiar do perigo. Denise é uma jovem mãe solteira, cujo filho de cinco anos sofre de um inexplicável atraso de desenvolvimento e a quem ela devota a sua vida numa tentativa de o ajudar. Mas o caso vai aproximar estes seres. Numa noite de tremendo temporal, Denise sofre um acidente de automóvel e é Taylor quem vem socorrê-la. Embora muito ferida, a jovem depressa toma consciência de que o filho já não se encontra na sua cadeirinha do banco traseiro. Taylor irá até ao fim de uma angustiante noite de buscas para o encontrar. Foram tecidas as primeiras malhas que os irão unir - o pequeno Kyle desabrocha ao calor da ternura daquele homem. Denise abandona-se à alegria de um amor nascente. Mas Taylor tem em si cicatrizes antigas, que o não deixam manter compromissos de longa duração. Nicholas Sparks, esse talentoso contador de histórias, intervém com a sua magia redentora e a sua inigualável capacidade de aprofundar a complexidade das relações e dos afetos. 


Denise Holton é uma jovem mãe solteira que vive em Edenton, na Carolina do Norte. Denise que perdeu os pais e não tem mais nenhum parente vivo, cria sozinha seu filho Kyle, um garotinho de quase cinco anos que tem problemas com a fala. Após passar por muitos exames e testes, os médicos não sabem com certeza o motivo de Kyle ser assim, então Denise dedica seus dias a treinar com seu filho, para que ele supere seu problema e possa ter uma vida normal.

Em um dia comum sem imaginar que tudo mudaria , Denise, retorna de mais uma consulta e durante uma tempestade, para evitar uma corça, acaba batendo o carro, o grande problema e que Kyle desaparece, deixado a mãe aflita. E neste momento que Taylor McAden, um bombeiro voluntário entra na vida de Denise e de seu filho. Após horas de angustia e sofrimento, Kyle e achado por Taylor e desse encontro nasce um vinculo, de uma criança para seu herói. 

Surge uma atração entre Taylor e Denise, mas ela hesita em se envolver até que percebe o carinho que Taylor demonstra por Kyle, que claramente o adora e com passar do tempo vai desabrochado. No inicio o relacionamento ocorre naturalmente, com Taylor passado todos os momentos com Denise e o filho, mais de uma hora para outra, ele começa a se afastar, fazendo com Denise perceba que há algo que Taylor esconde que o impede de ser totalmente feliz.

- Oi – disse o menino de forma animada, e Taylor deu uma gargalhada.
Sorrisos imediatamente  surgiram nos rostos de ambos. Taylor se pôs sobre  um dos joelhos  e o garotinho se levantou com dificuldade e foi para os braços  dele. Estava frio e molhado,tremendo, e quando Taylor sentiu aqueles bracinhos ao redor do seu pescoço, seus olhos se encheram de lágrimas.
- Oi, rapazinho. Acho que você deve ser o Kyle.


Como comentei na resenha de Um Porto Seguro, o que gosto nas tramas do autor e como ele sempre utiliza temas reais em seus enredos, mas ao mesmo tempo, acabo não me animado a embarcar em suas histórias, por que nem sempre elas trazem um final feliz. Mas quando li a sinopse de O Resgate fui totalmente fisgada e mesmo correndo o risco de encontrar um final que não me deixasse totalmente feliz, eu encarei a leitura e apesar de algumas ressalvas a trama conseguiu me conquistar assim como seu final.

Denise é uma personagem que lhe conquista pela sua força e pelo seu amor incondicional pelo filho. Apesar de todos os obstáculos ela não desiste e continua em sua luta para que o filho possa ter uma vida normal. Kyle é um fofo,sem dúvida um dos pontos positivos da trama e acompanhar evolução dele. Já Taylor é um personagem que tem alma de herói, não há nada que ele não faça para alguém que precise de ajuda, mas ele de certa maneira é uma pessoa solitária que guarda um grande sofrimento, que o impede de ser feliz. E ai que Denise e Kyle entram pois apenas o amor dos dois pode fazê-lo seguir em frente.

Um fato interessante do livro é a nota do autor: onde Nicholas nos conta que o livro foi inspirado em seu filho Ryan que tem o que é chamado de distúrbio do processamento auditivo central, algo parecido com uma “dislexia do som”. 

Narrado em terceira pessoa, onde também temos a possibilidade de conhecemos as visões de Denise e Taylor, O Resgate é um livro com uma trama envolvente, capaz de surpreender e que fala em como somente um /o amor pode resgatar uma pessoa.


As pessoas vêm e vão.Elas entram e saem da sua vida , quase  como personagens em um livro. Quando você finalmente o fecha , os personagens contaram suas histórias e você recomeça outro livro, cheio de novos  personagens e aventuras. Então se vê concentrando-se nos novos , não nos do passado.


{Livro cedido pela editora para resenha}

9 comentários :

  1. Oi Marla!
    Gosto muito do Nicholas porque, apesar dos seus clichês, a narrativa é incrível. Depois de alguns livros não espero mais por finais felizes, mas algumas vezes ele me surpreende com seus finais.

    Beijos,
    http://www.epilogosefinais.com/

    ResponderExcluir
  2. Não morro de amores por Sparks. Fato!
    Mas existe uma mágica na narrativa desse homem que toda vez que começo a ler, não consigo parar até a última página do livro. Acho que gosto de sofrer, visto que todo final é meio... trágico.
    Não solicitei esse porque de tragédia basta meu dom culinário nos últimos dias, mas adoro ler as resenhas sobre ele!


    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Marla!
    Eu amo os livros do Sparks, mas também sempre espero acabar em lágrimas.
    Esse livro eu não tenho mas quero ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Oi Marla! O pessoal está bem animado com este livro, fico feliz em saber que foi uma leitura satisfatória, eu pretendo em breve ler algo dele e estou precisando de resenhas dos últimos para decidir qual escolho.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi Marla!!!!
    Li este livro semana passada e na minha opinião não é o melhor de tio Nicholas, mas está valendo assim mesmo. Achei as inseguranças do Taylor um tanto quanto frágeis, mas adorei a garra de Denise.
    Beijos!
    www.tesouroliterario.com

    ResponderExcluir
  6. Estou devendo a leitura dos três últimos lançamentos do Nicholas pela arqueiro,
    inclusive já os tenho aqui em casa, falta apenas começar a lê-los, sou apaixonada pela escrita desse autor, mas dei uma saturada nos últimos tempos.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. é o único que ainda não tenho :/ cada vez que acho que completei a coleção o tio solta mais um!
    mas to doida pra ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Marla. Estou para ler este livro e pelo que você comentou eu não sei se vou gostar. Não li um livro ainda dele que eu não tenha gostado mas agora fiquei em dúvida. Vejo as pessoas falando que este tinha sido o melhor dele, mas as resenhas são meio negativas, vamos ver o que eu vou achar.

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  9. Hey!

    Não me mate, mas tenho que confessar: cansei de Nicholas Sparks. Eu ameeei os primeiros livros que li dele, acho que fui com muita sede ao pote, comecei a ler tudo que via dele pela frente, e chegou uma hora que já tava achando tudo igual e sem graça. Peguei alergia aos romances dele. Então, por mais que você tenha elogiado e a premissa seja legalzinha, não vou pegar pra ler, pelo menos não tão cedo.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)