Resenha: O Sexto Homem - David Baldacci

Título Original: The Sixth Man
Livro no Skoob • 352 páginas
Classificação: 5Editora: Arqueiro
Sean King & Michelle Maxwell - Livro 05
Sinopse: Sean King e Michelle Maxwell estão no Maine. Mais precisamente, na pequena cidade de Machias, onde fica Cutter’s Rock, um presídio de segurança máxima que abriga os criminosos mais abomináveis dos Estados Unidos. É ali que está Edgar Roy, o homem que precisa da ajuda deles. Sean e Michelle foram contratados por Ted Bergin, o advogado de Roy, que pede que os investigadores descubram evidências em que ele possa basear a defesa de seu cliente. Ted, no entanto, não tem chance de lhes dar mais detalhes sobre o caso. A caminho de seu primeiro encontro com os investigadores, ele é morto na estrada, com um tiro à queima-roupa. Ex-professor de Sean, Ted o ajudou em um momento difícil de sua vida. Sean não vai deixar que sua morte fique impune. Só que nada na vida de Ted parece motivar um assassinato – a não ser que haja algo obscuro no caso de Edgar Roy. E, ao investigá-lo, Sean e Michelle podem incomodar os altos escalões do governo dos Estados Unidos. Numa trama em que a vida e a morte se enfrentam em cada página, David Baldacci expõe segredos por trás da CIA, do FBI e da NSA.

Sean King e Michelle Maxwell são ex - agentes do serviço secreto americano que atualmente trabalham como investigadores particulares. Quando o advogado Ted Bergin, um velho amigo pede sua ajuda em um caso, Sean, na companhia de Michelle prontamente aceita ajudá-lo. O único problema e que Ted acaba morto antes de ter oportunidade de falar com eles sobre seu cliente Edgar Roy.
Decididos a descobrir por que Ted fora assinado, Sean e Michelle decidem continuar no caso de Edgar um rapaz aparentemente comum que trabalhava na Receita Federal até ser preso por assassinato (A polícia havia encontrado restos de seis pessoas em seu celeiro), ele acabou sendo enviado para Cutter’s Rock  uma penitenciaria federal de segurança máxima no Maine.
Instigados pelo interesse do FBI por Edgar e sem imaginar que o jovem que possui uma mente brilhante, estar envolvido em um projeto, chamado Programa E, que é altamente secreto dirigido por Peter Bunting, um empresário talentoso que conseguiu galgar seu espaço entre os poderosos, porém  durante o trajeto fez alguns inimigos, que fazem parte do alto escalão do governo americano, que no momento desejam sua queda.

Pode ser a polícia. Pode ser o FBI. Nesse caso, por que eles não anunciaram  sua presença? Talvez pensem que sou um ladrão. E se eu me revelar e não for a polícia? Esta é a clássica  situação em que se correr o bicho pega e se ficar o bicho come.   

Uma das perguntas que ficam no ar é: Será que a morte de Ted Bergin tem algo a ver com o Programa E? Entre assassinatos, traições, manipulações, espionagens e muita ação, Sean e Michelle, enfrentam  muitos perigos e uma corrida contra o tempo para trazer a verdade à torna.
Eu já conhecia o autor pelo nome, mas ainda não havia lido nenhum de seus livros, então solicitei o livro porque fiquei curiosa tanto pelo título, quanto pela sinopse e felizmente ele valeu a pena. Para quem não sabe sou fã de tramas policiais, porém acabo não lendo tantos livros quanto gostaria e acabo  ficando apenas com as séries televisivas e filmes, mas O Sexto Homem conseguiu me surpreender e conquistar, com sua trama ágil e com personagens interessantes, principalmente o casal de protagonistas, além disso, o autor conseguiu fazer com que eu desconfiasse de todos e revelou o principal vilão digamos assim apenas no final.
 Sean e Michelle são um casal bem interessante, pois apesar de ficar evidente o quanto um e importante para o outro, o autor acaba não focando tanto na parte romântica e sim na investigativa, então não esperem cenas sensuais e nem beijos, pois o livro e totalmente focado na trama para descobrir se Edgar é ou não culpado e quais mistérios estão envolvidos na morte de seu advogado.
Enfim a leitura de O Sexto Homem, foi mais do que positiva, foi surpreendente, pois  o autor vai revelado os mistérios aos poucos sem falar que sua escrita em terceira pessoa e totalmente envolvente, então sem dúvida eu recomendo o livro, para quem gosta de tramas policiais e para aqueles que querem embarcar nesse gênero pela primeira vez. 

{Livro cedido pela editora para resenha}

1 comentários :

  1. Ola, bom dia.

    Gosto do tema do livro.
    Sua resenha o enriqueceu ainda mais e me deixou muito curioso.

    Obrigado pela dica.

    Beijos

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)