Resenha: Felizes Para Sempre – Nora Roberts

Título Original: Happy Ever After
Livro no Skoob • 304  páginas 
Quarteto de Noivas # 04
Classificação: 5 Editora: Arqueiro
Sinopse: Parker Brown sabe que subir ao altar é um dos momentos mais extraordinários na vida de um casal. Por isso ela administra a Votos – a bem-sucedida empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas – com pulso firme e muita dedicação. Cada vez que ajuda uma mulher a escolher o vestido perfeito para o grande dia ou vê o sorriso nervoso e feliz de um noivo no altar, ela sente que está dando sua contribuição para uma história igual à de seus pais. Porém a rica, linda e inteligente Parker também quer ser feliz no amor. Só que, em vez do intelectual sensível que sempre esteve em seus planos, parece que o destino lhe reservou uma surpresa. Malcolm Kavanaugh é um mecânico de automóveis e ex-dublê de filmes de ação. Amigo do irmão de Parker, ele não tem vergonha de elogiar as belas pernas da moça e, com suas mãos ásperas, faz com que a empresária certinha e controladora simplesmente perca o chão. Agora eles vão descobrir que, mesmo com suas diferenças, podem completar um ao outro. E quem disse que o príncipe encantado não pode chegar numa Harley-Davidson?


Felizes Para Sempre é o quarto é último livro da série Quarteto de Noivas da autora Nora Roberts lançado pela editora Arqueiro. Nos livros anteriores acompanhamos as histórias de Mac, Emma e Laurel, nesse livro a dona da história e Parker.

Parker Brown sempre adorou casamentos, sendo assim sua brincadeira favorita sempre foi, realizar casamentos na companhia de suas melhores amigas: Laurel, Emma e Mac. Então quando seu mundo veio abaixo com a morte de seus pais em um acidente, Parker reuniu suas forças para realizar um antigo sonho. É assim com a ajuda das amigas, de Del e da Sra. G., Parker colocou a Votos para funcionar.

Atualmente a empresa é um sucesso e apesar de estar solteira, Parker se encontra feliz, por conta da felicidade das amigas que encontraram, suas almas gêmeas, mas tudo muda quando após um acidente, ela pega carona com Malcolm Kavanaugh (amigo de seu irmão Del). Mal sempre pareceu ter uma queda por Parker, mas agora ele estar decidido a conquistá-la.

Inicialmente Parker tenta resistir as investidas do mecânico bad boy, mas o incetivo da amigas e da Sra. G., para que ela se arrisque, faz com que ela aceite sair com Mal e logo eles iniciam um relacionamento. Mas há um pequeno problema, enquanto Parker fala sem problemas sobre o passado e sobre si mesma, Mal é evasivo,  sempre saído pela tangente quando o assunto e ele, o que acaba deixado a coordenadora da Votos, frustada. Então quando fantasmas que pareciam adormecidos, voltam pra assombra-lo, Mal se fecha colocado em risco seu relacionamento com Parker.

- Não estou em busca disso...

-Todo mundo está. Você podia não estar, ou não estava buscando isso comigo. Entendo perfeitamente. Mas não vou desistir. Porque é obvio que existe alguma coisa entre nós. Desculpe, existe uma reação física. E se você não quisesse que eu continuasse insistindo, já teria me mandado calar a boca, já teria me dispensado. Talvez até gostasse de fazer isso.

Quem acompanha minhas resenhas sobre o Quarteto de Noivas, sabe que eu estava super curiosa para ler Felizes Para Sempre, graças aos aperitivos, existentes nos livros anteriores. Para minha felicidade, a espera valeu a pena, pois a autora conseguiu construir uma trama divertida, interessante e envolvente, sem falar que as cenas, mais picantes, foram bem construídas e ficaram a altura dos livros anteriores.

Parker e Mal, são totalmente diferentes, e foi isso o que fez com que eles se tornassem perfeitos um para o outro. Ela é toda perfeccionista e ele todo despojado, foi bem interessante acompanhar Parker saído dos eixos com os beijos apaixonados de Mal. Por falar nisso essa série ficou marcada, pelos melhores beijos roubados e pelas apostas mais divertidas. 

Sendo uma característica da série, acompanhamos Parker e Mal em seus ambientes de trabalho e assim podemos conhecer um pouco melhor da personalidade de cada um.
Os casais anteriores marcam presença, assim como a Sra. G. e a divertida Kay Kavanaugh (mãe de Mal), deixado a trama bem mais interessante e movimentada. Felizes Para Sempre encerra de forma satisfatória , deixado saudade e um gostinho de quero mais. Série super recomendada!!

Resenhas:
Bem Casados
(Cedido pela editora para resenha)

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigado pela visita e pelo comentário:)