Trecho: Para Sir Phillip, com amor – Julia Quinn

Enquanto minha resenha sobre o livro não sai, curtam um trechinho do quinto volume da série os Bridgertons. Lançamento da Editora Arqueiro, do mês de fevereiro.



Twitter: @editoraarqueiro
Facebook: /Editora.Arqueiro
Instagram: /editoraarqueiro


Trecho:
Fevereiro de 1823
Gloucestershire, Inglaterra
Era realmente irônico que tivesse acontecido em um dia tão ensolarado.
O primeiro dia de sol em... o quê? Seis semanas inteiras de céu nublado, acompanhado de ocasionais rajadas de chuva ou neve fraca. Até Phillip, que se achava imune aos caprichos do tempo, sentiu seu espírito mais leve, seu sorriso mais aberto. Ele saíra – tivera de sair. Ninguém poderia continuar dentro de casa em um dia de sol tão esplêndido como aquele.
Principalmente no meio de um inverno tão cinzento. Mesmo agora, mais de um mês depois do ocorrido, ele ainda não podia acreditar que o sol tivera a ousadia de provocá-lo. E como pudera ser tão cego de não esperar isso? Vivia com Marina desde o casamento deles. Tivera oito longos anos para conhecer a mulher. Devia ter imaginado. E, para falar a verdade... Bem, para falar a verdade, ele tinha imaginado. Só não quisera admitir. Talvez estivesse só tentando se iludir, até mesmo se proteger. Tentando se esconder do óbvio, esperando que, se não pensasse a respeito, aquilo nunca fosse acontecer. Mas aconteceu. E em um dia ensolarado, para piorar. Deus com certeza tinha um senso de humor estranho. Olhou para seu copo de uísque, que estava inexplicavelmente vazio. Devia ter tomado a maldita bebida, e ainda assim não lembrava. Não se sentia embriagado, pelo menos não tanto quanto deveria estar. Ou tanto quanto gostaria. Pela janela, olhou para o sol, que já estava baixo no horizonte. Aquele tinha sido mais um dia ensolarado, o que provavelmente explicava sua enorme melancolia. Pelo menos era o que ele esperava. Queria uma explicação – precisava de uma – para aquele cansaço terrível que parecia tomar conta de si.



Sobre a autora: 
Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons. É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus romances já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Julia foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.


1 comentários :

  1. adoro um romance histórico e a cada novidade que vejo sobre a arqueiro e este ramo de publicação fico super contente, pois era um mercado que precisava ser explorado e a arqueiro faz brilhantemente!
    claro que quero ler o mais breve possivel!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)