Resenha: O Príncipe das Sombras – Sylvain Reinard

Título Original: The Prince   Livro no Skoob • 128 páginas 
Introdução á Série Noites em Florença
Classificação: 3/5Editora: Arqueiro

Um conjunto muito valioso de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia, de Dante Alighieri, é exposto na Galleria degli Uffizi, em Florença. O dono das peças é o famoso professor de literatura Gabriel Emerson. Quando se deixou persuadir por sua amada esposa, Julianne, concordando em dividir com o mundo a beleza daquelas obras de arte, Gabriel jamais poderia imaginar que estaria atraindo para si um poderoso inimigo. Mais de um século antes, aquelas mesmas ilustrações foram roubadas de seu verdadeiro dono, o Príncipe de Florença, uma criatura sobrenatural e misteriosa que governa o submundo da cidade e há muito não sabe o que é o amor. Agora um dos seres mais perigosos da Itália está disposto a recuperar o que lhe pertence e se vingar de Gabriel e Julianne. Mas logo seus planos são frustrados. Um atentado o obriga a deixar os Emersons de lado, afinal ele precisa resolver assuntos muito mais importantes. Tanto seu principado quanto sua própria vida parecem estar em risco. Passado na cidade mais artística da Itália, O príncipe das sombras é uma incrível introdução à nova série de Sylvain Reynard, Noites em Florença, e vai deixar os leitores com gostinho de quero mais. 



A trama tem inicio em 1870, em Florença, Itália, quando as ilustrações  de valor inestimável do Príncipe de Florença são roubadas, por alguém que desejava tomar seu lugar como governante do principado.
Alguns séculos depois em agosto de 2011 somos levados novamente para Florença, onde encontramos o casal Emerson, sem imaginar que viraria alvo da vingança de um ser sobrenatural, o professor Gabriel, foi persuadido pela esposa Julianne a expor suas ilustrações de Botticelli na Galleria degli Uffizi.

Recusou-se a cultivar qualquer dos pensamentos conflitantes que estavam lhe ocorrendo depois de haver testemunhado aquela cena arrebatada, mas repleta de ternura.

Só que há um pequeno problema, as ilustrações são obras originais e pertencem ao Príncipe de Florença, que agora deseja vingança contra o casal. Porém enquanto o Príncipe buscava sua vingança, ele acaba sofrendo um atentado, que leva a ele entender que alguém deseja seu principado. Dividido entre sua missão de se vingar dos Emersons, além de descobrir quem estar atrás do atentado, o Príncipe, mostrara, porque ele é respeitado e temido pelos seres da sua espécie.
O Príncipe das Sombras é um conto de introdução da série Noites de Florença e tem como objetivo nos apresentar o Príncipe um ser sobrenatural que é frio e letal, e que não acredita no amor e faz de tudo para proteger seus status como príncipe de Florença.

O Príncipe de Florença era ao mesmo tempo respeitado e temido. Respeitado porque sob o seu governo, os cidadãos gozavam de prosperidade, paz e excelente qualidade de vida. E  temido porque era poderoso, perigoso e fazia qualquer coisa para manter seu domínio sobre a cidade.

Na trama ainda conhecemos os membros do Consilium, uma espécie de conselho que sob a jurisdição do Príncipe supervisiona várias questões de Estado. Podemos conferir ainda a participação do casal Emerson da trilogia Gabriel, que leva o protagonista a refletir sobre questões que marcaram seu passado.
Gostei da proposta do livro, achei interessante conhecer o Príncipe, antes dos eventos de A Transformação de Raven, porém senti falta de um maior aprofundamento na trama envolvendo tanto a vingança contra os Emersons, quanto á retaliação ao culpado pelo atentado ao Príncipe. Sendo assim mesmo com ressalvas eu recomendo a leitura.

Resenha:

[Livro cedido pela editora para resenha]

3 comentários :

  1. Oi Marla, tudo bem?
    Não conhecia a a história, mas já li outras resenhas do conto. Parece interessante, apesar de que pra ser sincera ainda não me despertou a vontade de ler. Mas a dica está anotada.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://amanda-almeida.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Marla!
    Eu já li esse livro mas não gostei... concordo com você que faltou aprofundamento na história. Eu achei tudo bem confuso.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha Marla, mas não sei se leria o livro. O mote dele não me deixou inteiramente interessada. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)