Resenha: Submissa - Maya Banks

Título original: Mastered
Skoob • Classificação:3/5 • 288 páginas
The Enforcers #01 • Editora: Gutenberg
Para +18 anos
Eles não seguem as regras. Eles FAZEM as regras.
Uma nova série que vai mexer com você da cabeça aos pés. Poder, sedução, dinheiro, submissão, dominação, dor e prazer… Nesse jogo que está prestes a começar, o amor não entra nas regras. Será que você está preparada?
Evangeline nunca soube o que é viver no luxo, pois sempre teve que trabalhar duro para ajudar os pais e conseguir sobreviver em Nova York. Típica garota do interior, sente-se deslocada em meio à metrópole e percebe que ingenuidade e sinceridade, que sempre foram suas características mais marcantes, são vistas como defeitos pelos nova-iorquinos e, principalmente, por seu ex-namorado que a seduziu e a abandonou.
Ele se apossa do que quer, sem remorso e sem culpa.
Drake Donovan é um magnata do entretenimento e um dos milionários mais cobiçados do mundo. Ele e seus “irmãos” ergueram um império em Nova York, e o seu maior empreendimento é a badaladíssima Impulse, a casa noturna mais exclusiva da cidade. Acostumado a ter todos na palma da mão, Drake sente seu inabalável mundo balançar quando vê uma jovem com ar angelical e inocente perdida em sua boate. Quem era aquela garota? Ele não tem ideia, mas de uma coisa tem certeza: ela será dele!
Ela não sabe se é capaz de dar o que ele deseja.
Incentivada pelas amigas, ir sozinha à Impulse parece o plano perfeito para Evangeline se vingar do ex-namorado canalha. Mas o que está prestes a acontecer vai mudar sua vida para sempre. Uma proposta… Uma tentadora oportunidade de ter tudo aquilo que nem em sonhos ela imaginaria possível. O preço? Submissão total e completa.

Submissa é o primeiro volume da série The Enforcers, de Maya Banks, lançado pela editora Gutenberg. Neste primeiro volume iremos conhecer o inicio da história de Drake e Evangeline, que será finalizada em Dominated.

A trama tem inicio com Evangeline, que pressionada pelas amigas decide ir até IMPULSE, a badalada boate de Drake Donovan, com intuito de se vingar de Eddie, seu ex - namorado. O plano claro não dar certo, mas Evangeline, com seu jeito angelical, acaba encantado Drake, que decide tê-la para si.

Evangeline não entende o que Drake, um homem poderoso, rico, além de bonito, viu nela, mas apesar disso ela aceita sua proposta, para ser sua SUBMISSA e entra de cabeça no mundo dele, pensando apenas com o coração e não com a cabeça.

Quando queria algo, ele pegava. Estava no controle. Sempre. 

Já conhecia a escrita da autora, por ter lido a trilogia Breathless então eu já tinha uma noção do que esperar, mas ainda assim eu esperava um algo mais, apesar de saber que Submissa sendo o primeiro livro, e como tal serve para apresentar a história e os personagens.

Evangeline Hawthorn é uma jovem de bom coração que não tem noção de sua beleza. Aos vinte três anos, se mudou do Mississipi, para Nova York, para ajudar os pais, nas despesas da casa e não imaginava que sua vida iria mudar tanto ao entrar na Impulse.

Drake Donovan é implacável e dominador, teve uma infância de pobreza e criou seu império do nada. Quando conhece Evangeline, encontra nela um anjo que veio dar mais cor a sua vida, mas acaba estragando tudo ao tentar protegê-la de seu mundo.

A atração entre eles e imediata e por mais que Drake seja persuasivo, achei meio surreal a forma que Evangeline, entrou tão rápido de cabeça nessa relação, já que o fim de sua relação com Eddie havia sido traumática.

Para Evangeline, caiu a ficha de que tinha acabado de saltar da frigideira para o fogo, e agora não havia ninguém para salvá-la.

Há muitas cenas de sexo, envolvendo submissão, dominação e castigo, que apesar de serem bem construídas, em alguns momentos achei bem desnecessárias. Um ponto interessante da trama são os homens que trabalham para Drake (Maddox ,Silas, Justice, Jax são alguns deles ) são todos lindos e fortes e a primeira vista assustadores, mas ficam encantados por Evangeline e é bem divertido acompanhar a forma como eles interagem com ela, fazendo de tudo para agradá-la e também protegê-la. As amigas de Evangeline, Nikki, Steph e Lana também são leais e super protetoras, mas acabam se afastado da amiga, por causa de sua relação com Drake.

Submissa é um bom livro, e sua trama tem bons ingredientes, mas me incomodou a forma rápida como tudo aconteceu entre Drake e Evangeline, ela uma personagem que a primeira vista parece ser fraca, mas na verdade e muito corajosa, ao ponto de deixar sua cidade natal, e se aventurar em NY, para ajudar seus pais e ai de uma hora para outra se deixa dominar por Drake e aceitar fazer tudo que ele quer, sinceramente achei um pouco surreal. Mas apesar das ressalvas, quero continuar lendo a série e ver que caminho a história do casal vai tomar, assim como conhecer as histórias de Justice e de Silas. Então para quem gosta do gênero ou deseja conhecer, leiam e tirem suas próprias conclusões.  


*LIVRO CEDIDO PELA EDITORA GUTENBERG PRA RESENHA*

10 comentários :

  1. Olá
    Gosto da Maya e estou interessada em ler essa série, apesar de não curtir muito quando as coisas acontecem rapidamente, meio que sem muito sentido, mas vou apostar nessa série e ver no que vai dar rsrsrs
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha Marla, mas não não leria o livro. Não é o tipo de livro que atrai e as suas ressalvas concluíram isso ainda mais. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Marla, tudo bem?

    Eu já li muitos livros da Maya, mas prefiro os antigos de banca dela que os atuais, mas de qualquer forma eu pretendo ler, só que com as expectativas alinhadas hehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi! Não li nada da autora e submissão não é algo que eu curta ler. O que achei estanho foi as amigas se afastar por causa dele. No mais parece ser um livro bom. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
  5. Oi Marla!
    Dessa vez o livro não me interessou, vou passar ;)

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi Marla,
    Também fico incomodada a forma rápida que acontece as coisitas em alguns desses romances, tão irreal. Só li um livro da Maya, mas ainda quero dar mais chances.

    tenha uma ótima segunda :D
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. Oie Marla =)

    Nunca li nada da autora, mas só pela sua resenha acredito que esse não seja o melhor livro para começar =(

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  8. Olá Marla,

    Não gosto do gênero, mas fico feliz que apesar das ressalvas você tenha gostado....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)