[Eu Assisti # 04] Orgulho e Preconceito

Título Original : Pride and Prejudice
Sinopse : Inglaterra, 1797. As cinco irmãs Bennet - Elizabeth (Keira Knightley), Jane (Rosamund Pike), Lydia (Jena Malone), Mary (Talulah Riley) e Kitty (Carey Mulligan) - foram criadas por uma mãe (Brenda Blethyn) que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Porém Elizabeth deseja ter uma vida mais ampla do que apenas se dedicar ao marido, sendo apoiada pelo pai (Donald Sutherland). Quando o sr. Bingley (Simon Woods), um solteiro rico, passa a morar em uma mansão vizinha, as irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy (Matthew Macfadyen). Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.


 Orgulho e Preconceito um filme franco-britânico de 2005, do gênero drama, dirigido por Joe Wright e com roteiro baseado no livro homônimo de Jane Austen. Lançado no Reino Unido em 16 de setembro de 2005, o filme foi nomeado a quatro Óscar.
Fonte / Fonte

Sobre o livro : Orgulho e Preconceito é um romance da escritora britânica Jane Austen. Publicado pela primeira vez em 1813, na verdade havia sido terminado em 1797, antes de ela completar 21 anos, em Steventon, Hampshire, onde Jane morava com os pais. Originalmente denominado First Impressions, nunca foi publicado sob aquele título; ao fazer a revisão dos escritos, Jane intitulou a obra e a publicou como Pride and Prejudice. Austen pode ter tido em mente o capítulo final do romance de Fanny Burney, Cecilia, chamado "Pride and Prejudice".

Capa do livro

Sobre o filme :  Ao voltar de mais um passeio pelo campo Elizabeth, (chamada pela família apenas de Lizzy), encontra sua mãe, Sra. Bennet e irmãs Jane, Mary, Kitty (Catherine) e Lydia, bem animadas, porque Netherfield a casa vizinha a delas foi ocupada por um solteiro, o Sr.Bingley. Contando com a possibilidade de que uma de suas filhas possa vir a se casar com Sr. Bingley, a Sra. Bennet tenta convencer o marido a fazerem uma visita de cortesia, ao jovem solteiro. Cansado de ser importunado pela esposa, Sr. Bennet avisa a ela e as cinco filhas que elas iram a um baile , para celebrar a chegada do novo vizinho. Elizabeth, Jane e a amiga Charlotte se divertem durante o baile, quando a musica e interrompida inesperadamente, com a chegada de Sr. Bingley, sua irmã Caroline e seu amigo Sr. Darcy. A Sra. Bennet empolgada com os dois jovens solteiros, sem pensar duas vezes arrasta suas filhas para serem apresentadas a eles. Sr.Bingley se mostra simpatico e sorridente, mas Sr.Darcy não se mostra muito animado, passado uma imagem atipatica. Darcy recusa um convite de dança de Elizabeth ao contrário do amigo que se mostra interessado em Jane . Elizabeth deseja nunca mais encontrar Sr.Darcy, mais quando sua irmã Jane fica doente, por ter pego uma chuva, ao ir ao jantar com Caroline, e precisa ficar se recuperado em Netherfield, ela e obrigada a vê-lo de novo. Para desagrado de Caroline, e vergonha de Elizabeth, a Sra Bennet e as filhas Mary, Kitty e Lydia, chegam para uma visita, e sem muita sutileza, convencem Sr.Bingley a fazer um baile em sua casa. Sr. Collins, um primo de Sr. Bennet, que vai herdar todos os seus bens, por este não ter nenhum filho homem, chega a casa deles, durante o jantar ele se mostra interessado em Jane, mas a Sra. Bennet esclarece que a sua filha mais velha logo estará noiva, mas em compensação Elizabeth estar dispónivel, deixado o Sr. Collins satisfeito com a troca. Passeando pela cidade as irmãs Bennet conhecem o galante Tenente Wickham, que havia chegado com o regimento naquela região. O Tenente, flerta abertamente com as irmãs, mas se mostra interessado em Elizabeth .Na volta para casa eles encontram Sr. Bingley e Sr. Darcy que estavam indo para casa delas, fazer uma visita, mas ao ver o tenente,  Darcy da meia volta sendo seguido pelo amigo. Ao perceber que Sr. Darcy não gosta do tenente, Elizabeth fica intrigada e questiona Wickam que revela que fora criado como irmão, mas que Sr.Darcy sempre teve ciume,  e que ele havia lhe negado a sua herança. Durante o baile Sr. Collins se mostra interessado em Elizabeth, que fica desconfiada, ela também aceita dançar com Sr. Darcy e durante a conversa ela toca no assunto do tenente Wickham e revela estar confusa sobre quem ele realmente é, pois já ouviu tantas coisas sobre ele, este rebate dizendo que em breve deixar tudo claro. Após aguentar as gafes de sua família durante o baile, Elizabeth ainda e obrigada a ouvir a declaração de Sr Collins, seguido de um desastroso pedido de casamento, que recusado, apesar das suplicas de sua mãe.Charlotte convida a amiga, para visitar sua nova casa, algum tempo depois delas terem discutindo , por  Elizabeth não concordar com o casamento dela com o sem graça do Sr. Collins. Por concindência do destino, Lady Catherine de Bourgh, a benfeitora de Collins, os convida para jantar, e Elizabeth acaba reencontrado Sr. Darcy, que e sobrinho da Lady.

“- Desde o momento em que o conheci, a sua arrogância , ... prepotência , o seu desprezo egoísta pelos sentimentos dos outros ... fizeram-me perceber que o senhor seria o ultimo homem da terra ... com quem eu seria convencida a casar.” Elizabeth Bennet.

Elizabeth descobre pelo Coronel Fitzwilliam, outro sobrinho de Lady Catherine, que foi Sr. Darcy que convenceu o Sr. Bingley a desistir do casamento com Jane, por  não achar sua família adequada. Ela ainda estar assimilado a noticia quando Sr. Darcy a procura e se declara a  ela, e a pede em casamento . Elizabeth recusa o pedido e garante que ele seria o ultimo homem com quem ela se casaria. Sr. Darcy se defende das acusações de Elizabeth, através de uma carta, ele revela que o tenente Wickham, realmente foi criado como seu irmão mais em vez dele ter se negado a lhe entregar sua herança, o tenente a gastou e depois quando percebeu que não receberia mais nada tentou seduzir Georgiana a irmã mais nova dele, que tinha apenas quinze anos e receberia trinta mil libras de herança. Em relação ao caso de Jane e do Sr. Bingley, ele apenas pensou estar fazendo o melhor para o seu amigo, já que não percebia muito interesse da parte de Jane. Elizabeth fica muito abalada com as revelações de Sr. Darcy, e pela primeira vez não sabe como agir. E agora que ela sabe a verdade sobre os fatos, poderá seus sentimentos por Sr. Darcy mudarem.

“- Eu teria que dizer que... você enfeitiçou o meu corpo e minha alma e eu amo, amo, amo-a. Nunca mais quero estar longe de si de hoje em diante.” Sr. Darcy .



Adaptações :
Cinema:

  • 1940- Pride and Prejudice, estrelando Greer Garson e Laurence Olivier.
  • 2003- Pride &Prejudice: A Latter-Day Comedy, estrelando Kam Heskin e Orlando Seale( as locações foram na Universidade Mormo, e foi dirigido por Adrew Black).
  • 2004-Pride &Prejudice, estrelando Aishwarya Rai, Martin Henderson, Nadira Babbar e Alexis Beldel. Produção de Bollywood, indústri do cinema indiano.
  • 2005-Pride and Prejudice, dirigido por Joe Wright e estrelando por Keira Knightley(indicada ao Oscar pela interpretação) e Matthew Macfadyen.


Televisão :

  • 1980- Pride and Prejudice , estrelando Elizabeth Garvie e David Rintoul.
  • 1995- Pride and Prejudice, da BBC, feito para TV, estrelando Jennifer Ehle e Colin Firth.


Teatro:

  • 1936- Versão teatral criada por Helen Jerome no St. James´s Theatre, em Londres,estrelando Celia Johnson e Hugh Williams.
  • 1959- First Impressions foi uma versão musical da Broadway, estrelando Polly Bergen, Farley Granger, e Hermione Gingold.
  • 1995-Um álbum musical escrito por Bernard J. Taylor, com Peter Karrie no papel de Mr. Darcy e Claire Moore no papel de Elizabeth Bennet.
  • 2008- Jane Austen's Pride  and Prejudice, The New Musial foi apresentado em concerto em 21 de outubro em Rochester, Nova Iorque, com Collin Donnell como Darcy.


Literatura:
O romance inspirou vários outros trabalhos, que não são, exatamente, adaptações diretas.
Entre os livros inspirados em Pride and Prejudice podem ser citados:

  • Mr. Darcy´s Daughters e The Exploits and Adventures of Miss Alethea Darcy, de Elizabeth Aston.
  • Pemberley: Or Pride and Prejudice Continued e An Unequal Marriage: Or Pride and Prejudice Twenty years Later de Emma Tennant.
  • The Book of Ruth(ASIN B00262ZRBM), de Helen Baker.
  • Precipitation - A Continuation of Miss Jane Austen´s Pride and Prejudice, de Heles Baker.
  • Pemberley Remembered, de Mary Simonsen
  • Mr. Darcy Takes a Wife, de Linda Berdoll.
  • Pride and prejudice and zombies, de Seth Grahame-Smith.
  • Pride/Prejudice, Ann Herendeen.
  • Paulo Mendes Campos fez a tradução e a adaptação do livro em 1970, para a Tecnoprint Gráfica, em 1970, na Coleção “Calouro”.
  • A L&PM, em sua coleção L&PM Pocket, lançou em janeiro de 2010 uma tradução de Celina Portocarrero.

Fonte

Meus comentários : Foi á primeira vez que assistir ao filme,(agora quero ler o livro) e fiquei encantada com a maneira que foi retratada o romance entre  Elizabeth e Sr. Darcy. O contraste entre os dois e visível, enquanto ela e comunicativa e desinibida, ele e distante e até mesmo tímido com os desconhecidos, o que passa uma imagem totalmente errada sobre ele. O desenrolar da trama e envolvente, o relacionamento deles se desenvolve aos poucos, nada nem muito rápido , nem muito devagar, o que torna o final perfeito. Uma coisa que preciso destacar, quem já leu ou assistiu o filme, devem concordar comigo. Eu realmente no principio fiquei um pouco chateada com a interferência de Sr. Darcy, no relacionamento entre Jane e o amigo dele, mas alguém parou para pensar que o Sr. Bingley, também foi um fraco, por não tomar suas próprias decisões.

Bom filme e não esqueçam de comentar !!!

11 comentários :

  1. Oi Marla!
    Quero muito ler o livro. O filme eu já assisti e achei maravilhoso, é uma história muito envolvente!
    Adorei a resenha!
    Bjoo ;*
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Para quem não gosta muito de ler clássicos, ver as adaptações é sempre uma boa pedida. Nesse caso, é tão fiel ao livro que pode até dispensar a leitura.
    Darcy é um homem como poucos, ou nenhum existente rs

    Asas tem uma capa linda né?
    Os kits desse mês que a Novo Conceito enviou foram de arrasar.

    Beijos
    Leitora Incomum

    ResponderExcluir
  3. Oi Marla!
    Já vi o filme 5 vezes, mas ainda não li o livro. Adorei o post falando dos dois (filme e livro) ao mesmo tempo.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li o livro, somente vi o filme. E como eu piro com esse filme gente, rs. A parte que ele conta realmente quem é aquele loiro é tudo!
    E a cara de chocada dela, rs.

    ResponderExcluir
  5. Ei Marla!
    Eu não me canso de ver esse filme, adooooooro o Mr.Darcy, principalmente na única partezinha que ele dá um sorriso, e na cena dos extras, a do final alternativo!!!
    Beijos... Elis Culceag.

    @APassional
    www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  6. Amigaaaa! Tô passando para te convidar para participar do sorteio d aniversário do blog! Tô sorteando "Um Gosto de Vida", primeiro livro da série "Irmãs Heyes", da Susan Mallery! Passa lá! http://goo.gl/8Wa99

    Bjksss!!

    ResponderExcluir
  7. Eu não sabia que havia tantas adaptações cronocinematografias! Eu vou ver TODAS!

    ResponderExcluir
  8. Eu não li o livro ainda, mas já assisti o filme e é muito bom. O seu post ficou muito bacana, bem informativo.

    Beijos.

    http://leiturasdepaty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eita Marla, vc pegou no meu ponto fraco: Jane Austen! Olha que já li todos os livros dela e assisti todas as adaptações de suas obras, tanto em filmes para tv e cinema, como séries e mini-séries e já li e assisti mta coisa inspirada por ela. Adoro Jane Austen. Amo Orgulho e Preconceito, acho que é de longe o seu melhor romance e também acredito que é leitura obrigatória! Ele tem lugar especial na minha estante! Esse é um dos meus filmes favoritos tb, acho que já vi umas trocentas milhões de vezes... kkkk
    Parabéns pelo post!
    Beijos!
    Paulinha
    http://memyshelfandmybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Amigaaa
    Jane Austen é mestre em todas as obras né. Mas esta acho que é uma das que eu mais gostei, e por sinal faz poucos dias que revi o filme..lindo
    Adorei o post..

    Beijos

    TeLa
    Penseira Literária

    ResponderExcluir
  11. Orgulho e preconceito é o meu livro favorito e a adaptação cinematografica dele é otima. Tenho o filme em casa e já decorei todas as falas kkkkkkkkkk

    Bjus, @dnisin
    http://diamanteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita e pelo comentário:)